O Natal está quase, quase a chegar…

Sabia que a música “White Christmas”, lançada em 1942 por Bing Crosby, continua a ser o single mais vendido de todos os tempos?

Estima-se que foram vendidas mais de 50 milhões de cópias em todo o mundo! Mais de 75 anos depois, o seu sonho por um “Natal Branco” continua a fazer parte das nossas playlists de Natal, mas o Planeta pode estar agora a pedir um Natal mais “verde”.

Chegamos finalmente à época mais festiva do ano. A alegria paira no ar e o tempo de qualidade com a família e amigos é mais valorizado. Mas esta é, também, uma época caracterizada pela produção de toneladas e toneladas de resíduos em todo o mundo. De acordo com o Independent, só no Reino Unido acabam no lixo o equivalente a 108 milhões de rolos de papel de embrulho, 54 milhões de pratos de comida e são usados 189 milhões de pilhas e baterias durante esta época.

Mas não se preocupe, ainda está a tempo de tornar este Natal mais sustentável do que nunca. Siga as nossas dicas.

  1. Não deite comida fora

    É normal fazer comida a mais nesta época, afinal é um banquete de Natal. No entanto, como sabe, o desperdício de comida é um problema grave a nível global e que tem de ser evitado. Este ano, planeie a sua ceia de Natal para não ter muitas sobras, e se as tiver faça a tradicional Roupa Velha no dia de Natal. Ou melhor, ofereça a um vizinho, a uma instituição ou reserve mais um lugar à mesa e convide alguém para partilhar consigo esta refeição tão especial.

presentes com embrulho sustentável

Papel de embrulho reutilizado

  1. Prefira reutilizar papel de embrulho

    O papel de embrulho contribui em muito para a magia do Natal. No entanto, este torna-se lixo assim que o presente é desembrulhado. Por isso, tem de existir uma forma de tornar esta tradição mais amiga do ambiente. Na verdade, existem imensas! Se optar por papel de embrulho feito a partir de materiais reciclados, já está a contribuir para uma redução dos impactos da sua pegada de carbono. E nem precisa de comprar embrulhos novos – porque não reutilizar os dos anos anteriores? Pode ainda criar o seu próprio papel de embrulho, totalmente personalizado, usando folhas de jornal ou cartão para fazer as etiquetas. De qualquer forma, evite utilizar fita-cola para conseguir aproveitar ao máximo o papel de embrulho no próximo Natal.

  2. Adopte um pinheiro

    Um pinheiro de Natal é um clássico obrigatório em casa dos Portugueses, no entanto, cortar um pinheiro não é a opção mais amiga do ambiente. Se uma árvore verdadeira faz o seu Natal, então experimente decorar uma árvore do jardim – no final, o que realmente importa é decorá-la em família, não é verdade? Outra óptima opção é comprar um pinheiro em vaso: pode mantê-lo no mesmo vaso durante anos, e quando ficar demasiado grande é só plantá-lo lá fora.

  3. Opte por decorações LED

    E se falamos de tradições, não podemos ignorar as luzes de Natal. Se optar por luzes LED pode reduzir até 95% o consumo de energia, quando comparado com luzes tradicionais. Para além disso, estas luzes duram bastante mais, podendo ir até 100.000 horas – são muitos, muitos Natais. Nos dias de hoje as luzes de Natal LED são cada vez mais comuns, por isso não terá problemas em encontrá-las. De todas as formas, com LED ou sem LED, quando a família estiver a dormir, desligue as luzes da árvore de Natal ou outras decorações eléctricas.

  4. Ofereça presentes sustentáveis

    Nós sabemos quão importante é a tradição de oferecer presentes, então porque não aproveitar a oportunidade para mudar algumas mentes? Há imensas opções sustentáveis e úteis à espera de serem embrulhadas. Falamos de escovas de dentes de bambu, meias feitas de redes de pesca recuperadas, bolsas de pano (tote bags) para ir às compras, palhinhas de metal ou de bambu, ou bombons biológicos e de comércio justo (conheça os bastidores da produção de cacau e perceba a importância de escolher chocolate certificado).

    Para os mais pequenos, dê uma vista de olhos aos lápis para pintar com sementes que podem ser plantados depois de usados, blocos de construção de madeira ou até kits de ciência que lhes podem explicar como funcionam as energias renováveis, tal como a solar. Há muito por onde escolher e, na verdade, pode até estar a fazer a diferença na vida de alguém.

biscoitos de natal caseiros

Bolachas caseiras resultam em óptimos presentes de Natal.

  1. Opte por soluções caseiras e artesanais

    Os presentes de Natal não precisam de ser novos ou comprados. A verdadeira magia do Natal é a intenção, e os presentes feitos à mão servem esse propósito perfeitamente. Bolachas caseiras ou decoração de Natal feita por si mesmo são apenas alguns exemplos. Lembre-se: nada nos aquece mais o coração do que receber um postal escrito à mão.

  2. Reutilizar, reduzir, reciclar… reoferecer?

    Foi tido como desagradável ou pouco sensível, mas o “re-gifting” – a prática de reoferecer os presentes que lhe foram oferecidos e que não usa – está a tornar-se cada vez mais popular. Ainda que tenha adorado um certo livro, porque não oferecê-lo para que mais pessoas o possam ler? O melhor do “re-gifting” é fazer alguém feliz e ainda assim ser sustentável, pois manter coisas que não usa ou não gosta é um desperdício de espaço.

  3. Opções vegan, porque não?

    Se tem um convidado vegetariano ou vegan para a sua Ceia de Natal, provavelmente estará à procura de alternativas. E ainda que os seus convidados e família não o sejam, porque não experimentar um Natal mais verde, a começar pela comida? As substituições mais fáceis são de ovos, leite e manteiga: pode usar amido de milho ou sementes de chia, bebida vegetal de soja, aveia ou arroz. Experimente estas 3 receitas para a sua ceia.

Tenha um feliz e verde Natal!