Reciclar deve fazer parte da nossa rotina diária

Sabemos que nem sempre é fácil perceber exactamente para onde devem ir as embalagens dos produtos que compramos diariamente. Muitas cores, muitos materiais, muitas dúvidas. Veja aqui o que pode fazer para fazer da reciclagem a coisa mais natural do mundo.
  1. Afinal, o que devo colocar no ecoponto amarelo?

    Embalagens de iogurte (líquido ou sólido), garrafas de sumo, pacotes de leite e genericamente todas as embalagens de plástico e/ou metal e com o símbolo “ecoponto amarelo” podem ser colocadas neste ecoponto. As embalagens de plástico podem ser divididas nas seguintes categorias (vem aí lista com nomes estranhos):

    • PET (Politereftalato de Etileno) – garrafas de água, refrigerantes e bebidas alcoólicas;
    • PEAD (Polietileno de Alta Densidade) – produtos de higiene e detergentes;
    • PVC (Policloreto de Vinilo) – detergentes;
    • PEBD (Polietileno de Baixa Densidade) – sacos e filme plástico;
    • PP (Polipropileno) – caixas de CDs;
    • PS (Poliestireno) – iogurtes e caixas de ovos em plástico.

    Recentemente, surgiu no mercado um conjunto de embalagens que não devem ser colocadas neste ecoponto, sob pena de contaminarem os fluxos de plástico reciclável existentes (como os bioplásticos) ou por não existirem ainda tecnologias que possibilitem a sua reciclagem (o caso dos copos de café em cartão com revestimento interno de plástico).

    A reciclagem de embalagens em cartão para líquidos (por exemplo, pacotes de leite e sumos) é feita através da colocação das mesmas no ecoponto amarelo e da utilização de processos mecânicos em meio húmido: primeiro é separado o cartão para a produção de pasta de papel que, depois de reciclada irá dar origem a objectos feitos com cartão reciclado; depois são separados o polietileno e o alumínio.

Ecoponto amarelo

Ecoponto amarelo

  1. E no ecoponto azul?

    Lembra-se do ponto sobre o raciocínio das embalagens? A excepção reside no ecoponto azul, onde se colocam folhas de papel, revistas e jornais, por exemplo.
    Para que o papel possa ser reciclado o número máximo de vezes (e são 7!), é necessário que mantenha inalteradas as suas propriedades originais e não esteja contaminado por outras substâncias.

    Por isso, o papel de cozinha, lenços de papel e os guardanapos, por estarem sujos, por exemplo com gordura, não podem ser reciclados juntamente com o restante papel/cartão. Não coloque embalagens que contenham papel de prata, papel vegetal, papel com plástico, papel químico ou papel encerado nem embalagens que estejam sujas.

    Também não deve colocar autocolantes neste ecoponto, pois estes são muitas vezes plastificados ou contém resíduos de colas que dificultam a sua reciclagem. Se a embalagem vazia tiver autocolantes afixados e for difícil a sua remoção manual antes de a colocar no ecoponto, não se preocupe e coloque no ecoponto azul, pois certamente a entidade gestora de resíduos do seu município tentará reciclar a embalagem.

    Despeje todo o conteúdo das embalagens e, se possível, espalme as embalagens para ocuparem menos espaço em casa, facilitar o seu transporte e diminuir o número de deslocações ao ecoponto.

    No caso de utilizar um saco de plástico para transportar as embalagens de papel/cartão usadas, procure reutilizá-lo ou, caso não seja possível, deposite-o no ecoponto amarelo.

Ecoponto Azul

Ecoponto Azul

  1. Ok, o verde é fácil…

    O vidro pode ser reciclado quantas vezes quisermos, por isso, ao colocarmos embalagens de vidro no ecoponto, estamos a garantir o processo de reaproveitamento do material a 100% sem perder qualquer característica e qualidade, como um vidro feito a partir de matéria-prima virgem. O vidro é um dos materiais mais utilizados no dia-a-dia e, de facto, não há como falhar com as embalagens a colocar no ecoponto verde.

    Mas atenção! Do contentor verde ficam de fora os pratos e copos partidos. Os vidros de janelas, espelhos, cerâmicas, loiças, cristais e pirexs têm uma composição diferente da das embalagens de vidro comuns, não fundindo à mesma temperatura. Assim, para não darem origem a objectos de vidro com defeito e estragar todo o restante vidro reciclado, não devem ser colocados no ecoponto.

    Frascos com gordura (como garrafas de azeite) ou com mecanismos de vaporização incorporados (como os frascos de perfume) podem e devem ser colocados no ecoponto verde, pois nada disso inviabiliza a reciclagem destas embalagens. Basta escorrer, retirar as tampas e reutilizar ou depositar no ecoponto amarelo o saco utilizado para transportar as embalagens usadas.

Ecoponto verde

Ecoponto verde