Em busca de alternativas ao plástico

Afastar-se do plástico de utilização única pode não ser fácil, uma vez que requer a alteração de hábitos já muito enraizados no nosso dia a dia.

Para o ajudar nesta difícil mudança, seleccionámos 8 dicas que o ajudem a reduzir a utilização dos plásticos de uso único, desde a mais óbvia à mais original (à sua escolha).

  1. Ande sempre com um saco de compras reutilizável na mala, mochila, pasta ou no carro

    Por ano, o número de sacos de plástico usados uma vez e deitados fora em todo o mundo está entre os 5 bilioes e 1 trilião. Andar sempre com o seu saco de compras reutilizável vai fazer a diferença, em especial se todos o fizermos, já que um saco plástico pode demorar entre 10 a 1000 anos a decompor-se.

  2. Evite comprar garrafas de água; tenha um recipiente que possa ir enchendo com água da torneira

    Na maioria das cidades modernas, não faz mal nenhum beber água da torneira, que é perfeitamente potável. A menos que haja um problema com a água da sua área de residência, não existe qualquer razão para ter que comprar água engarrafada. Mas se ainda não estiver na disposição de beber água da torneira, sugerimos que procure soluções de reenchimento, como a garrafa ECO, à venda nas lojas Pingo Doce, ou qualquer outra solução que lhe permita reutilizar a sua própria garrafa.

  3. Não utilize copos descartáveis; prefira uma garrafa térmica para o chá ou um copo reutilizável para o café

    Embora esta dica não tenha tanto impacto na maioria dos países latinos, onde a tradição manda que a “bica” seja bebida em pequenas chávenas de cerâmica e sentado à mesa ou ao balcão, o hábito de pedir café para levar é muito forte noutros países. Andar sempre com um termos vai permitir cortar no uso de milhões de copos de plástico que tendem a acabar em aterros ou até mesmo nos oceanos.

  4. Fuja das palhinhas de plástico

    Quer esteja a tomar um refresco em casa, num bar ou num restaurante, lembre-se que as palhinhas de plástico são dispensáveis para a maioria das pessoas e que, por serem um artigo de utilização única, acabam por gerar milhões de partículas plásticas que estão a poluir o nosso planeta.

  5. Escolha produtos de higiene sem microplásticos; o seu corpo e os oceanos agradecem

    Uma grande parte do plástico que está a poluir os oceanos é microplástico, ínfimas partículas quase impossíveis de filtrar, mas que estão a envenenar a fauna marinha e a sufocar os recifes de coral. Os microplásticos são geralmente adicionados a produtos de consumo como sabão de rosto, gel de banho ou pasta de dentes e utilizados como elemento esfoliante, mas na verdade muitas estações de tratamento de àguas e residuos não estão equipadas para os eliminar. Hoje existem alternativas biodegradáveis, que lhe perimtem evitar a compra de produtos com “polipropileno” ou “polietileno” na sua composição.

  6. As lâminas de barbear descartáveis não são recicláveis; opte pela máquina de barbear ou por uma navalha de barbeiro

    Em vez de deitar fora as “giletes” de plástico e as lâminas de barbear descartáveis cada vez que ficam sem força, considere trocá-las por uma máquina de barbear ou, para os mais corajosos, por uma navalha de barbeiro.

  7. Em vez de sacos para sanduíches em plástico, use uma lancheira ou um saco de papel

    Saquinhos, embrulhos e caixas de plástico são fontes de lixo. Em vez de sacos para sanduíches, porque não utilizar uma lancheira ou um saco de papel?

  8. Dê um look vintage à despensa, usando frascos de vidro em vez de embalagens de plástico

    Lembra-se das mercearias antigas, com aquelas filas imensas de frascos de vidro nas prateleiras? A sua despensa ou mesmo o frigorífico podem ficar com este look vintage que está outra vez na moda, se usar frascos e garrafas de vidro em vez do plástico…