Plantas purificadoras para melhorar a qualidade do ar em casa

Em 1989, a NASA elaborou, em conjunto com a Associação de Profissionais Paisagistas (ALCA), um estudo sobre plantas purificadoras do ar, que viria a ser conhecido como NASA Clean Air Study – ou Estudo do Ar Limpo da NASA.

O objectivo era encontrar as melhores plantas para limpar o ar nas estações espaciais que funcionam à volta da Terra. Lá bem longe, no fundo. Estas plantas seriam depois combinadas com um sistema de filtros de carvão activado, de forma a reduzir as concentrações de poluentes no ar das estações espaciais, bem como químicos orgânicos, vírus ou bactérias.

As conclusões deste estudo vieram a ser corroboradas por vários estudos desenvolvidos ao longo dos anos, focados na remoção de poluentes específicos, e mais recentemente por um estudo mais abrangente e contemplando vários poluentes e plantas, liderado por Vadoud Niri e apresentado num evento da American Chemical Society.

O que são plantas purificadoras?

As plantas não são mais do que seres vivos que absorvem dióxido de carbono e produzem oxigénio. Acontece que algumas são mais “purificadoras” que outras, isto é, algumas plantas conseguem, através das folhas, caules ou raízes, absorver certas substâncias indesejáveis presentes no ar, na água ou no solo e “transformá-las” noutras substâncias mais desejáveis, ou ainda neutralizá-las, num processo chamado fitorremediação.

As plantas purificadoras ajudam a absorver, remover ou degradar certas substâncias que têm efeitos nefastos para a saúde humana. Estes são alguns exemplos de substâncias absorvidas por estas plantas:

  • Benzeno – usado em borrachas, lubrificantes, corantes, detergentes, fármacos e pesticidas;
  • Metanal – usado em certos biocidas e desinfectantes;
  • Tricloroetileno – usado em adesivos e solventes;
  • Xilenos – usados em solventes, petróleo e alcatrão;
  • Tolueno – usado em corantes, detergentes, solventes e marcadores permanentes.

São as plantas purificadoras comparáveis com purificadores de ar?

Apesar de ambos os termos aludirem a “purificação”, uma planta purificadora não é o mesmo que o aparelho comummente chamado de purificador do ar. Estes aparelhos são normalmente usados no caso de alergias ou asma e podem até ser recomendados por profissionais de saúde.

Quais as melhores plantas purificadoras para sua casa?

Se quer começar a purificar o ar de sua casa, de forma natural, fique atento à seguinte lista de plantas purificadoras.

  • Clorófito (Chlorophytum comosum), ou planta-aranha

    É uma planta originária da América do Sul, que pode inclusive ser utilizada como planta decorativa pelas suas características, e é bastante fácil de encontrar.

  • Pothos (Epipremnum aureum)

    Também chamada hera-do-diabo, é original das Ilhas Salomão e é uma planta que requer muito pouca manutenção.

Espada-de-são-jorge ou língua-de-sogra

Espada-de-são-jorge

  • Espada-de-são-jorge (Sansevieria trifasciata)

    É também conhecida como língua-de-sogra. É uma planta de origem africana, muito comum em Portugal como planta decorativa.

  • Filodendros do género Philodendron

    São plantas trepadeiras de interior, relativamente comuns. Ao escolher estas plantas é importante ter em linha de conta que algumas das variedades podem apresentar risco de conservação – por exemplo, a espécie Philodendron balaoanum está criticamente em risco, o nível mais alto no estado selvagem.

  • Dracena (Dracaena reflexa)

    Nativa de Moçambique, Madagáscar, Maurícia e de algumas ilhas do Pacífico. É bastante tóxica para cães, se ingerida, pelo que não deverá optar por esta planta se tiver animais de estimação.

  • Figueira-benjamin (Ficus benjamina)

    Uma árvore apropriada para interiores na sua versão bonsai.

  • Gerberas, especialmente da espécie Gerbera jamesonii

    Apesar dos muitos tipos de gerberas, esta espécie apresenta flores vermelhas, amarelas, rosa ou laranja.

  • Crisântemos, especialmente da espécie Chrysanthemum morifolium

    As flores são comummente brancas, amarelas, lilases ou rosadas.

Lírios-da-paz

Lírios-da-paz

  • Lírios-da-paz, do género Spathiphyllum

    Há mais de 40 espécies diferentes de lírios-da-paz, porém o mais conhecido é possivelmente o Spathiphyllum cochlearispathum , que dá uma flor branca com uma espécie de espiga no centro, semelhante aos jarros.

  • Suculentas Aloe Vera

    Além de planta purificadora, a aloé vera é usada como planta medicinal, tendo a sua seiva diversas aplicações cosméticas, por exemplo. Tenha em atenção a variedade escolhida, pois algumas têm limitações de comercialização e importação/exportação para evitar a sua sobre-exploração.

  • Palmeira-bambu (Chamaedorea seifrizii)

    Natural da América Central e México. Esta planta é difícil de encontrar em Portugal, dado a sua preferência por climas mais tropicais e húmidos.

 

Além de purificarem o ar das divisões de sua casa, estas plantas purificadoras são também decorativas, por isso não hesite em colocar uma ou duas por divisão – sim, mesmo na casa de banho! Expresse a sua criatividade e bom gosto, e seja o seu próprio decorador de interiores por um dia.


E aproveitando que está virado para a temática das plantas em casa, que tal criar a sua própria horta de ervas aromáticas?