Dá para manter o balde do lixo (quase) vazio?

Alcançar o "desperdício zero" pode parecer uma tarefa hercúlea, mas é possível. Com um pouco de criatividade, é possível manter o balde do lixo praticamente vazio... e o estômago cheio de receitas saudáveis.

Nas compras, o essencial é planear: fazer listas, escolher as receitas para a semana, evitar comprar o que não precisa, preferir produtos com embalagens recicláveis ou mais amigas do ambiente. Na despensa, o mais importante é organizar bem os alimentos e conservá-los da forma correcta, para que não se estraguem tão rápido. Já na cozinha, combater o desperdício requer criatividade e imaginação.

O que é o desperdício zero?

Segundo a Zero Waste International Alliance (ZWIA) o definição de desperdício zero é a “conservação de todos os recursos por via de produção, consumo, reutilização e recuperação responsáveis, de produtos, embalagens e materiais sem recurso a incineração ou descartes prejudiciais para o ambiente ou para a saúde humana, em terra, no mar ou no ar.” Na prática, são gestos que qualquer pessoa pode implementar e que ajudam a reduzir o impacto no ambiente, tornando a vida no planeta mais sustentável.

Reaproveitar as sobras é apenas uma das muitas formas de combater o desperdício em casa. Mas há sobras que o podem ser, mesmo quando parecem não servir para nada: as que são consideradas lixo. Falamos de raspas, cascas, pequenos pedaços de vegetais, carne ou peixe, que podem enriquecer um bom caldo caseiro com nutrientes e sabor. Das mais comuns às mais invulgares, aqui seguem algumas receitas para combater o desperdício e fazer das cascas as protagonistas desta história.

O que faz às cascas dos vegetais? Não são desperdício!

Há receitas deliciosas e saudáveis que pedem ingredientes normalmente considerados “lixo”. Neste caso, as cascas das frutas e dos legumes que habitualmente deita fora podem mesmo vir a ser os ingredientes principais.

Batido de (cascas de) banana e espinafres

Batido de (casca de) banana e espinafres

Ingredientes:

  • 1 casca de banana grande
  • 400 ml de bebida vegetal
  • 1 c. chá de mel
  • 30 g de espinafres
  • Canela em pó q.b.
  • 1 c. sopa de côco ralado

Preparação:

  • Lave bem a casca da banana; corte-lhe as pontas e descarte-as;
  • Corte a restante casca de banana em pedaços e coloque-a no copo do liquidificador;
  • Adicione a bebida vegetal, o mel, os espinafres e a canela; triture até obter um sumo grosso;
  • Sirva polvilhado com o côco ralado.

Dica

Para evitar que as bananas amadureçam demasiado ou muito depressa, basta enrolar os pés.

Chips de cascas de batata ou batata-doce

Chips de cascas de batata ou batata-doce

Ingredientes:

  • Cascas de 4 batatas grandes (ou batatas-doces)
  • 1 c. sopa de azeite
  • 1 c. chá de sal
  • Pimenta q.b.
  • Orégãos secos q.b.
  • Óleo para fritar q.b.

Preparação:

  • Coloque as cascas numa taça, passe-as duas vezes por água e seque muito bem;
  • Ponha novamente as cascas numa taça, acrescente o azeite, o sal, a pimenta e os orégãos e misture;
  • Frite numa fritadeira ou frigideira com óleo quente até estarem a gosto (mais ou menos crocantes); se preferir, coloque-as num tabuleiro e leve ao forno a 170 °C durante 25 min. (o tempo vai depender de cada forno).

Sabia que?

A água de cozer batatas está cheia de amido e pode ser usada para fazer pão ou engrossar molhos.

Reaproveitar cascas de ovos

Então e as cascas dos ovos?

As cascas dos ovos são compostáveis. E as galinhas adoram comê-las para repor cálcio.

Mas pode também usá-las na sua horta em casa ou jardim. São óptimas para germinar plantas. Por outro lado, as lesmas e os caracóis não são fãs das cascas de ovos, pelo que, quando trituradas, podem ser usadas como repelente. E ainda fica a ganhar: as cascas mantém as lesmas e caracóis afastados da sua horta e enriquecem os solos que absorvem cálcio e outros nutrientes das cascas. Os seus vegetais vão ficar mais felizes.

Sabia que?

As cascas de ovos têm muitos micronutrientes, como o cálcio. Lave-as, retire-lhes a membrana interior e leve-as ao forno a 180 °C por mais ou menos 10 minutos (tempo para cerca de 20 cascas). Esmague-as bem e triture-as até obter um pó bem fino. Use em smoothies e bolos, por exemplo.


Para ajudar qualquer pessoa a reduzir o desperdício alimentar, o Pingo Doce publicou o livro de receitas “Desperdício Zero” que tem também dicas e ideias para reduzir o desperdício em casa, desde as compras até à cozinha. Saiba como usar as folhas do alho-francês, o que fazer às cascas de abóbora, como transformar as sobras do puré de batata num prato gourmet, poupando o ambiente e a carteira.